sábado, 3 de maio de 2008

CIUMENTO



Você é muito ciumento,
julga ser dono de mim.
Se eu rebolo acha lindo,
mas se olham...é o fim!

Você fica uma gracinha,
quando bravo faz biquinho.
Aproveito a ocasião,
e te lasco um beijinho.

Mas é preciso maneirar
e seu ciúmes frear!
Se olho pro lado já pensa
que outro estou a olhar!

Eu sei que não sou santinha,
mas você é exagerado.
Todo mundo que adiciono no orkut
já pensa que é ex-namorado!

Gosta de me ver produzida,
mas logo começa a muvuca.
Se passo e alguém me olha,
você bravo me cutuca!

Até meu ator preferido,
não posso mais elogiar.
Você logo emburra a cara
e começa a reclamar.

Desse jeito ,meu benzinho,
vou ter que me enclausurar.
Pois se tudo lhe dá ciúmes,
uma freirinha vou virar!

(Mell Glitter)

4 comentários:

Maria Flor! disse...

Oi Mellzinha,
Vim te visitar e fiquei encantada.
Tudo muito lindo, as poesias são
um deleite, doces como você.
Parabéns querida.
Muita luz em seu caminhar.

Beijos da Flor!

p.s. eu volto...ah! se volto

Marcelo Novaes disse...

Oi, Mell!

Esse texto sobre o ciúme ficou ainda mais simpático com a foto que você escolheu de um cara "constrangido" com o fato...
Esse aí ( o da foto...) deve saber admitir o exagero e o patético da situação. Espero que "o muso inspirador" também saiba...


Beijos,


Marcelo.

Virginia disse...

Mell, ha! o ciúme que sentimento

terrivel, quem é ciumento nem tente se relacionar com alguém , que não dá certo, fique sosinho que é melhor. Se não só vai sofrer e ser abandonado. Não fique constrangido ciúmes a gente não sente por que quer, mas por que sente. Só pessoas muito compreensivas são capazes de conviver com ciumentos e podem até chegar a curá-los,mas a maioria é egoísta também e não se tocam. Só o
amor verdadeiro consegue superar.
Está muito expressivo seu poema. Mas é triste prá quem sente.
Beijos.

luz dos olhos disse...

sdorei esse texto!! que delicadinho seu jeito de poetizarr. bjosss